quarta-feira, 22 de agosto de 2012

A metade da Laranja

Hoje, vi uma cena que me fez pensar em certas coisas.
Vi um casal de velinhos com o filho (suponho eu), eles riam muito, porque o velinho dizia que ele queria tomar umas brahmas e a velinha dizia que não, mas ele insistia enquanto apertava o nariz dela e lhe dava um beijo. Os dois realmente pareciam um casal de jovens no auge do namoro.
Enfim, isso tudo me fez pensar em amor verdadeiro, será que não existe amor de verdade ? Eu sou uma daquelas românticas que acredita que no fim das contas todos vão encontrar sua metade da laranja, acho que amor que é amor (aquele A.M.O.R, em letras garrafais) só acontece uma vez na vida e este sim, é o amor de verdade. para sempre.
Fico realmente deprimida ao ver como algumas pessoas tratam o amor, os sentimentos, como se fossem descartáveis, meras banalidades cotidianas. E não acho que desculpasdo tipo, "não tem homem decente", "não tem mulher que preste", "eles são todos iguais", sejam válidas. É claro que pelo menos uma vez na vida alguém vai falar isso, ou algo desse tipo, mas não é assim, sempre vai ter alguém que peste pra você (eu acredito e espero!). O meu príncipe pode ser o seu Shrek, e assim é a vida.
O amor acontece, ele não vem com manuais indicando como usar e muito menos a pessoa vem marcada para que você a veja facilmente.
Acho que esses velinhos que vi, são símbolo deste verdadeiro amor que ainda existe apesar de todos os apesares. E espero do fundo do meu coração que cada um de nós encontre seu amor e que todos sejam sim felizes para sempre !

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Dia do amor





Amor. 5 letras e milhares de sensações. Sentimento forte, bonito e arrebatador.

Não há vida sem amor, não há esperança sem amor, não há fé sem amor.

Amor de pai, de mãe. Amor carnal. Amor platônico. Amor de amigos. Amor de infância. 1º amor. Amor a primeira vista. Amor eterno. Amor não correspondido. Amor exagerado. Amor ciumento. Amor cuidadoso. Amor estranho. Amor grudento. Amor doido. 

Não importa qual seja o amor, mas sim a intensidade com que ele é sentido !

sábado, 4 de agosto de 2012

Não viva em vão

Eu tenho o hábito ( péssimo ou não, depende de como você vê) de analisar as pessoas e tentar definir a vida dela, não julgando, -de forma alguma- mas traçando características. 
Hoje ao reparar em uma situação na rua, fiquei pensando nas pessoas que passam pela vida por passar, eu vejo isso como sendo uma rotina todos os dias, meses, anos. Sem novidades, expectativas, sonhos concretos, verdades e mentiras.
E vendo isso, me dá uma vontade louca de gritar e dar um chacoalhão na pessoa pra ver se ela desperta. Tem coisas que a vida não pode passar sem. A vida é feita de amores, alegrias, emoções, tristezas, decepções, sofrimentos e tudo mais que forma um pacote completo,  ela não vem com manual e nem com um índice de "coisas"  que vem dentro dela, muitas vezes não temos opção de excluir ou pular uma página da vida.
Temos que nos adequar a certas situações, enfrentar outras, disfarçar em milhares, ignorar algumas e assim vai.
Não há como viver sem amar, sem se importar. Não há como não ter apegos, desapegos, manias, vícios, decepções, conquistas. Isso faz parte do aprendizado que devemos ter.
Cada um vive da sua maneira, mas ninguém deve escolher se omitir. Existem os mais tímidos, os mais doidos, os mais alegres, os mais bobos, os mais sonhadores, os mais neuróticos, os palhaços, os que criam, os mais vividos, os bem vividos. E se não fosse assim não teria a menor graça.
Não deixe as oportunidades passarem, não perca os detalhes, os sentidos, as emoções, os sentimento. v-i-v-a e abuse da vida, de tudo que você tem direito.
Ela te pertence e você pertence a ela. Não perca isso. 
(viva para ser feliz) Não viva em vão !