segunda-feira, 26 de setembro de 2011

isso se chama amor ...

AMOR,
palavra de definição simples e mais complicada ao mesmo tempo. Amor carnal, amor de pais, amor de irmãos, amor de amigos e finalmente, amor entre um homem e uma mulher, e sobre este tipo de amor que venho falar hoje.
Como disse uma amiga minha, muitas vezes achamos que o amor, que estar apaixonado e sentir borboletas no estômago é coisa de menininha, e pensamos nisso só por ser um sentimento puro, bonito, que faz sofrer e te faz muito bem. Amar não tem sexo, raça, classe social, condição física, e diploma. O amor simplesmente acontece, e sim nós sabemos quando ele acontece, podemos não perceber logo de cara, mas quando ele nos pega sabemos que algo está acontecendo.
As vezes da medo, assusta, mas ao mesmo tempo dá uma sensação maravilhosa que só quem se apaixona sabe como é, você tem vontade de estar com a tal pessoa amada só por estar com ela, muitas vezes nada mais é necessário, apenas a compania um do outro.
Amar e entender, ter paciência, ajudar sem esperar nada por isso, ouvir, falar, se entregar.
O nosso coração sempre grita quando ele bate mais forte por alguém, ele sim tem perfeita consciência do que se passa, na nossa cabeça certas vezes isso pode parecer muito confuso, e podemos pensar que não sabemos se sentimos esse amor pela outra pessoa, mas ele (o coração) não se engana.
E eu digo, se ele nos dá sinais de que está apaixonado, porque não respeitá-lo, ouvi-lo e entendê-lo.




sábado, 24 de setembro de 2011

Bad day

Quem é que nunca teve um bad day?!

Não há explicação, você simplesmente acorda e tudo vai mal, tudo é irritante, parece que tudo falta... amor, carinho, atenção, paciência, concentração, disposição. Enfim, aquele verdadeiro dia em que você quer se enfiar em um buraco e ficar.
E como resolve, relaxa que no dia seguinte passa.

Um beijo, para todos aqueles que tem bad days !



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

domingo, 18 de setembro de 2011

te querer

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.
                                               

                                 Pablo Neruda






domingo, 4 de setembro de 2011

o que está acontecendo ...

hoje realmente eu nem sei o que escrever aqui rs, só sei que preciso escrever, entao... deixa fluir !

Falando em deixar fluir, acho que a vida poderia ser fluida sabe, deixar acontecer, a partir do ponto em que você já não tem mais o que fazer. Estamos vivendo um momento no mundo, onde muitas coisas estão mudando.
Tem gente perdendo o rumo, deixando de amar, gente amando demais, sofrendo demais, é claro que também tem muuuuita gente sorrindo, dando risada, e jogando conversa fora com os amigos, mas já parou pra pensar o tanto de coisas que tem acontecido no mundo em geral, de 10 pessoas 8 falam que o dia foi extressante, cansativo, que brigou com alguém, que alguém se divorcio, que o filho saiu de casa ou algo do tipo, e apenas 2 ressaltam como a vida é bonita, que amam alguém, e que apesar dos pequenos problemas diários está tudo bem. E eu particularmente acho isso super deprimente, acho de verdade que está acontecendo alguma coisa, o fim do óbvio, não... se trata apenas de pessoas, elas tem deixado de pensar no coletivo, muitas só pensam em si mesma e ponto, outras acham que o mundo acabou por conta de coisas não muito boas que tem passado, outras se deixam levar por situações ou pessoas que não são e nunca foram aquilo com o que você conviveu ou pensou em conviver, pessoas tem perdido seu valores, tem pensado muito em trabalho e menos em família.
Acho que deveria haver mais amor, mais compaixão, paciência, amizades, risos, felicidade, dedicação enfim... algo que muitos tem esquecido. é claro que em momentos da vida TODOS passem por algumas desas situações, sim é normal. A coisa começa a ficar estranha quando isso vira rotina, quando os momentos ruins sobressaem em relação aos bons.
Enfim, esse é um ponto de vista em relação a tudo o que tem acontecido na vida de muuuuitas pessoas, podem e devem existir opiniões diferentes dessa exposta, acho que o mundo deveria se amar mais... e as outras coisa, essas seriam bem melhoradas através do amor.

ps: pra quem não sabia o que escrever... até foi bom kkkk

Um beijo para todos !